Home / Ficção / Examinando a Estrutura da História

Examinando a Estrutura da História

O livro Writing Fiction for Dummies classifica 3 níveis em que você precisa revisar seu romance, com relação ao enredo: sua storyline, a estrutura de três atos e sua lista de cenas. Vamos discutir cada uma com mais detalhes.


Storyline
Storyline é um resumo do seu livro em uma única frase, de preferência com no máximo 25 palavras. Sua função é mostrar a direção do romance, o assunto. Ela será a primeira apresentação que você fará do seu livro.
Algumas regras gerais para a storyline ficar bem enxuta é que ela
– não deve mencionar mais de três personagens;
– não deve seguir mais de uma linha de enredo;
– os personagens não precisam ser citados pelo nome (a menos que sejam personagens históricos famosos).
Após terminar seu romance verifique se ele está de acordo com a storyline, e se você tiver fugido do planejado refaça-a.


Alguns exemplos de storylines:
Senhor dos Anéis: Um hobbit descobre que destruir seu anel mágico é a chave para salvar a Terra Média do Senhor das Trevas.
O Poderoso Chefão: Quando um chefe da Máfia é baleado na rua, seu filho mais jovem deixa a faculdade para vingá-lo.
Orgulho e Preconceito: Uma jovem inglesa de uma família peculiar é desejada por um jovem rico e arrogante.


A estrutura de 3 atos já foi discutida no post “Estrutura de três atos”
Na hora da revisão existem alguns pontos que você deve procurar nela:
– Quais são os seus 3 desastres? (Um deve fazer o personagem adentrar a história, o outro muda a direção da história, e o terceiro força o confronto final.)
– Os 3 atos estão com comprimento balanceado? O 1o geralmente cobre o primeiro quarto do livro, o 2o preenche metade, e o 3o o último quarto, porém isso não é um padrão fixo, apenas uma recomendação. Se você tiver um universo onde muita coisa precisa ser explicada para situar o leitor, seu primeiro ato pode ser maior. Por outro lado, se tiver muitos subenredos paralelos para amarrar no final, você pode precisar de um terceiro ato maior.
Cheque seu início. Diminua ao máximo os sumários narrativos e as apresentações antes da história começar. Verifique se os personagens importantes foram introduzidos tão cedo quanto possível e todos tem algum tipo de objetivo (mesmo que ainda não seja seu objetivo final).
Verifique seu primeiro desastre. Ele realmente força o personagem a entrar em ação e abandonar sua vida anterior? Quais os riscos e recompensas envolvidos?
Verifique o segundo desastre. Ele é grande o bastante para mudar a direção da história? Ele é surpreendente e, ao mesmo tempo, plausível?
Verifique o terceiro desastre. Ele é inesperado e plausível? É a pior coisa que aconteceu com o personagem até agora, ou você pode fazer algo pior? Ele força o protagonista a uma situação de tudo ou nada?
Cheque o final. O confronto final tem bastante tensão? O final da sua história está de acordo com o gênero? Ele se encaixa na história?


Lista de Cenas
Independente de você planejar todo seu romance antes de começar a escrevê-lo ou de você começar a escrever primeiro para ver depois para onde vai, em algum momento é aconselhável a criação de uma lista de cenas. Nela você lista todas as cenas do seu romance com um pequeno resumo de cada uma.

A lista de cenas é uma ferramente importante para a revisão do seu romance – ou mesmo para o primeiro rascunho.
Se você ainda não começou seu romance e quiser planejar tudo antes, faça a lista a partir da ideia geral que você tem e vá organizando as cenas antes de começar a escrever.
Se você já terminou a história, é só relê-la e listar cada cena que você escreveu.

Alguns escritores gostam de fazer cartões para cada cena. Outros preferem usar uma planilha no computador. O importante é usar o jeito mais fácil para você visualizar.

Além do resumo de cada cena existem algumas informações que podem ser importantes.
“Personagem POV da cena” – você pode inclusive fazer isso com um esquema de cores.
– Data e horário em que a cena se passa.


Depois de revisar a estrutura de 3 atos é hora de ver a lista de cena e checar se elas trabalham bem juntas. Algumas verificações importantes para se fazer:
– Se você estiver usando mais de um personagem POV, você acha que a quantidade de cenas de cada um é adequada?
– As cenas seguem uma ordem lógica e natural?
– A intensidade emocional das cenas varia?
– Você plantou pistas ao longo das cenas para fazer os desastres plausíveis? O ideal é que surpreendam o leitor, mas que ao fazê-lo ele deve sentir que as pistas estavam lá o tempo todo.


Anote tudo que você acha que precisa ser melhorado. Deixe seu primeiro rascunho salvo em um arquivo a parte antes de começar a editar.

Compartilhe!
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Sobre Carolina

Carolina
Apaixonada por livros, estudante de Letras e escritora em treinamento.

Check Also

Little-Men-Tommy-Banks-768x509

8 dicas para escrever personagens crianças

Com sua mistura fascinante de inocência, estado de alerta, egoísmo, e idealismo, personagens infantis pode ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Menu Title