Home / Ficção / Criando Personagens – Alma Tríptica

Criando Personagens – Alma Tríptica

Ainda na terceira camada do personagem temos outra técnica, identificada por Mr. John Granger: a Alma Tríptica.
Ele notou que tanto na literatura clássica quanto popular é normal encontrarmos personagens complementares: corpo (desejos/paixões), alma (vontade/mente) e espírito (coração), cada um representando um dos poderes da alma.

O personagem que representa o corpo geralmente é forte fisicamente, e dirigido para sua paixões e desejos.

O personagem alma é o cérebro do grupo, que geralmente tem planos e demonstra proezas intelectuais. É dirigido pelo pensamento claro e racional.

O personagem espírito segue seu coração para tomar decisões.

Essa organização pode ser encontrada em diversos romances bem sucedidos e também em diferentes mídias. Alguns exemplos dessa organização corpo/mente/espírito incluem:
– Ron/Hermione/Harry Potter de Harry Potter
– Gale/Katniss/Peeta de Jogos Vorazes
– Han/Leia/Luke de Star Wars
– Gimli/Aragorn/Legolas de Senhor dos Anéis
– O Coisa/Sr. Fantástico/Tocha Humana do Quarteto Fantástico
– Leão/Espantalho/Homem de Lata do Mágico de Oz

Esses personagens tão diferentes, se bem trabalhados se encaixam perfeitamente, como peças de um quebra-cabeças.
Uma boa forma de usar essa ferramenta no seu romance é começando com o Herói: ele é resistente e trabalhador? Esperto e espirituoso? Ou emocional e de espírito livre?
Uma vez que tenha selecionado seu Herói, considere usar os outros dois aspectos para um par de Aliados.

Compartilhe!
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Sobre Carolina

Carolina
Apaixonada por livros, estudante de Letras e escritora em treinamento.

Check Also

Erros mais comuns: como não usar rótulos de falas e marcadores de ação

Não prejudique a graciosidade dos diálogos dos seus personagens com erros de pontuação ou estilo. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *