Home / Ficção / Ajudando o leitor na Suspensão da Descrença

Ajudando o leitor na Suspensão da Descrença

A verossimilhança em uma obra de ficção é importante para ajudar o leitor a “suspender a descrença”.

Suspender a descrença é quando o leitor de um livro, ou espectador de um filme ou peça de teatro propositalmente aceita como verdadeiras as premissas de uma obra de ficção em prol do entretenimento. É “entrar na brincadeira”.

O leitor da sua obra não quer pensar toda hora que o que ele está vendo é uma ficção. Ele quer entrar no mundo que você criou e durante a leitura, ele quer acreditar que aquilo é verdade.

O que você está fazendo é mentindo. Mas você usa a verdade para fazer sua mentira convincente e verdadeira

– Neil Gaiman

Agora vão algumas dicas para aumentar a verossimilhança do seu livro:

  1. Forneça detalhes específicos e concretos: você pode inventar um túnel subterrâneo que não existe, mas se você descrever o cheiro de mofo e o barulho incessante de água pingando, você arrasta seu leitor para uma experiência concreta que aumenta a experiência de realidade dele
  2. Foque em emoções que são verdadeiras para o seu personagem: seu personagem pode estar lutando contra um monstro impossível, mas todos vão entender a sensação de medo dele.
  3. Incorpore o familiar junto com o não-familiar: manter a realidade ancorada em coisas que o leitor conhece é tão importante quanto introduzir coisas novas.
  4. Evite erros técnicos: se você está escrevendo sobre algo real, verifique os fatos; se você está escrevendo sobre magia, tenha certeza que suas leis são consistentes
  5. Cubra as objeções: se alguma coisa não está certa no seu mundo, faça seus personagens notarem que isso não está certo.

Você tem mais alguma dica? Compartilhe aqui nos comentários!

Compartilhe!
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Sobre Carolina

Carolina
Apaixonada por livros, estudante de Letras e escritora em treinamento.

Check Also

6 Coisas para Considerar antes de Misturar Gêneros

Era uma vez o gênero… O gênero direciona como nós escrevemos, qual cenário utilizamos, o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *